Apresentação

Este tópico contém 60 respostas, possui 54 vozes e foi atualizado pela última vez por  Elisa Rodrigues 5 anos, 9 meses atrás.

  • Autor
    Posts
  • #851
     Roberto Teixeira 
    Participante

    Meu Deus! Como somos tão parecidos e tão diferentes. Enquanto lia sobre um pedacinho da vida de vocês e ía me identificando em algumas passagens, ficava imaginando: este não tem nenhum problema, este eu não queria estar na pele dele etc, ou seja, sem querer já estava julgando. E tudo que não quero e não preciso é de julgamentos e tenho certeza que nenhum de nós. Meu nome é Roberto, alguns me chamam de Beto, tenho 48 anos, sou de Fortaleza. Casei com 21 anos e fui morar em São Paulo. Havia passado num concurso público e consegui vaga para lá. Morei cinco anos em Sampa, onde nasceram meus dois primeiros filhos e consegui voltar para Fortaleza, onde nasceu mais uma filha. O que aconteceu comigo foi uma coisa chamada acomodação. Comecei a ganhar um salário muito bom, com pouca idade e achei que a minha situação financeira estava definida. Me formei em Matemática, mas já me decepcionei enquanto fazia disciplinas de estágios nas escolas quando via que os alunos não queriam nada. Depois mudei radicalmente e me formei em Direito. Desde a faculdade me apaixonei pela disciplina de direito do trabalho (pouca gente gosta), mas como já disse, o bicho papão da acomodação não me deixou avançar. Me tornei pai profissional, aqueles bem chatos, que assumem tudo. Reunião de pais e mestres a escolinha de futebol. Levava, buscava, trazia, deixava, um verdadeiro taxista ou transporte escolar. Lembro que uma vez em uma briga com minha mulher, ela disse: o que você faz qualquer motorista particular faria. Aquilo doeu, mas passou. E eu continuei, achando que era o correto. E talvez tenha sido. Hoje, o mais velho tem 25 anos, formado em Direito, mas sonha em ser escritor (está com um livro quase pronto). O do meio tem 23, abandonou o Direito na metade do curso e está quase formado em Jornalismo esportivo (que ama de paixão) e a mais nova tem 20 anos e parece que realmente gosta do Direito, está no 3º ano. Viram como não consigo me desligar deles ainda, sem querer tiro o foco de mim. Minha mulher é show, estamos casados há 27 anos. Não me vejo sem ela. Então, qual meu problema? Porque Academia de Pilotos se parece tudo tão bem? Lembra quando falei que sempre gostei de direito do trabalho, pois bem, tenho um sonho, que já estava adormecido há bastante tempo e que aos poucos foi surgindo novamente e criando forças. No final de 2013, me escrevi para o exame de ordem da OAB pela primeira vez depois de 22 anos de formado e consegui aprovação. Estudei uns 3 meses. Depois disso cada vez mais fiquei pensando em retirar meu sonho da gaveta e torná-lo realidade. Não falei para ninguém, com exceção da minha mulher e dos filhos. E vou contar para vocês que não me conhecem ainda, mas que com certeza torcerão por mim. Meu objetivo é ser um Juiz do Trabalho (e acreditem que não é só pelo dinheiro, mas tenho certeza que posso fazer um trabalho social). É uma meta grandiosa, principalmente na minha idade, mas não é impossível. Então o que mais busco nesta Academia é FOCO, disciplina, direcionamento. Óbvio que a saúde está em primeiro lugar (estou precisando muito mudar maus hábitos), mas o motivo principal é conseguir manter o foco no objetivo. Me desculpem pela exposição, me empolguei bastante e me alonguei demais, mas tem tudo a ver com a leitura que fiz sobre a vida de vocês antes. Grande abraço a todos. Desejo um bom curso e que possamos atingir nossas metas e objetivos juntos.

    #856
     Ederson Fernandes 
    Participante

    Minha vez…
    Olá galera, me chamo Ederson e sou mineiro de BH, tenho 25 anos e trabalho com Tecnologia da Informação.

    Bem li todas as apresentações e achei muito bom o relato e sinceridade de todos, me identifiquei com alguns problemas apresentados pelos colegas e com isso percebo que todos nós temos problemas na vida e que não é só com a gente que as coisas acontecem.

    Bem vamos lá, eu trabalho… e muito! Imaginem uma pessoa que trabalha de 08:30 às 17:30 no “emprego 1” e 18:00 às 00:00 no “emprego 2”! Todos dois formais… é uma zoeira sem comentários!
    Entrei nessa dupla jornada de trabalho nem sei porque, e desde o ano passado tenho questionado se a maneira o qual eu vivo hoje é realmente o que eu quero pra minha vida, pois os outros pilares da minha vida (saúde, financeiro e relacionamentos) simplesmente não existem pra mim.

    Ainda em 2013 fiz um curso de imersão o qual eu pude me redescobrir como pessoa e saber exatamente o que devo mudar em minha vida.

    Encontrei o mude.nu recentemente e me identifiquei com a proposta do André. O que eu procuro neste treinamento é justamente “arrumar a casa” e trabalhar todos os pilares da minha vida (profissional, saúde, financeiro, relacionamentos) e acho que este treinamento vai me direcionar no caminho certo.

    Obrigado pessoal, desejo sucesso a todos os futuros pilotos.

    #858
     Fabiane Monteiro dos Santos 
    Participante

    Meu nome é Fabiane, tenho 26 anos e sou de Brasília. Sou estudante de engenharia de redes de comunicação e sou estagiária na área de análise de requisitos.

    Meu problema é que não gosto muito do meu curso. Faltam apenas 6 matérias para concluir o curso, porém estou sem motivação para estudar. Me sinto insegura com relação ao mercado de trabalho por não ter tido um bom desempenho durante o curso, o que levou a concluir com mais tempo que o previsto, e quando vejo meus colegas com a mesma idade que eu com a vida já encaminhada.

    Acabei condicionando meus planos e vontades para depois que eu me formar. Com isso acabei estagnando a minha vida.

    Estava disposta a pagar um coaching para me ajudar a reverter essa situação, mas me interessei pela academia de pilotos quando vi os vídeos de divulgação, principalmente pelo fato de trabalhar sem deixar de lado alguma parte da vida.

    #867
     Alan Santos 
    Participante

    Primeiramente, olá para todos os que já se apresentaram.
    André Valongueiros, não me lembro de ter sugerido formalmente (por e-mail, talvez) essa ideia dos fóruns na Academia na primeira turma – pois havia sentido falta disso – mas parabenizo-o por esse incremento no curso. Irá proporcionar a nós, aprendizes de piloto, a que nos encorajemos mutuamente.
    Bem, meu nome é Alan N. Santos. Sou mineiro, e cruzeirense, de Montes Claros (a recente terra dos tremores no Brasil)
    e cidade natal de Darcy Ribeiro. Tenho 36 anos e sou formado em Filosofia.
    As apresentações de cada um de vocês me animam a continuar, pois após seis meses de ingressar na primeira turma, eis-me aqui, desconfiado de mim mesmo.
    Lembro-me que desde criança eu me sentia agoniado quando as professoras costumavam perguntar, no início do ano: “o que você quer ser quando crescer?”. Eu nunca soube responder isso pra mim mesmo. E então, com o passar dos anos, comecei trabalhando no comércio e achava que os sonhos eram coisas por futuro, ou impossíveis. Pedi demissão dos vários empregos por onde passei. Após um breve período turbulento na família – com passamentos – ingressei no curso de Filosofia. Encantado, e depois formado, pensei: agora as coisas mudam. Deixei-me levar por atitudes negativas com relação à profissão de professor e o entusiasmo foi arrefecendo. Ainda assim, cursei duas pós-graduações em filosofia, mas não as concluí, assim como não concluí o curso de alemão (há onze anos), que me daria oportunidade de aprofundar estudos filosóficos na Alemanha; o curso de inglês – que há seis meses espera de mim a prova final para emissão do certificado; assim como não terminei os cursos de violão, piano, violino, guitarra etc, por um somatório de fatores que a Academia tem me feito enxergar com mais nitidez. E por incrível que pareça, quanto mais você percebe esses fatores, mais peso e incidência eles parecem adquirir. Resumindo: não sou filósofo e não toco po**a nenhuma… Mas sei que posso ser e posso tocar, e posso falar outros idiomas, e posso ajudar outras pessoas na família que, como milhares – ou milhões – neste país são educadas a desacreditarem no próprio poder de realização.
    Estou aqui pois, como vocês, não quero ver o tempo passar e eu protelando meus desafios. Algumas das pessoas próximas a mim sempre me disseram que eu iria longe, que eu isso, que eu aquilo… e quanto tempo faz que eles disseram isso?
    Atualmente trabalho como diagramador (na área de designer gráfico) em um jornal da minha cidade. Aprendi o ofício praticando lá mesmo, depois de fazer outras funções. Mas até hoje, por exemplo, não fiz nenhum curso técnico na área de designer. Fico repetindo para mim mesmo que essa não é a profissão que eu queria – mas já se vai um ano fazendo isso.
    Atualmente, moro só e em todas as áreas abrangidas pelo curso noto deficiências em mim. Por isso estou aqui. Gosto muito de ler… e também de ouvir e assistir coisas interessantes, e conhecer gente motivada.
    Prazer aprender a voar com vocês. (durante o curso, nos conheceremos mais)

    #876
     Renan Castro 
    Participante

    Salve, salve, galera!
    Meu nome é Renan, sou de Campo Grande/RJ, moro com meus pais e tenho 23 anos e 13 meses! Hahahaha
    Assim que me formei em eletrotécnica no SENAI, comecei duas faculdades em paralelo: logística administrativa na FATEC e computação na UFF.
    Atualmente trabalho embarcado numa multinacional francesa chamada TECHNIP. Sabe no início do filme Titanic, quando uma equipe de pesquisadores estão filmando os destroços do navio no fundo do mar com um ‘robozinho’? Então, é isso que eu faço. Trabalho com robótica, na área de controle, automação e pilotagem de submarinos não tripulados. Gosto muito do que faço, mas não quero ‘perder’ 14 dias da minha vida todo mês. O mercado de trabalho nessa área é bastante promissor, principalmente pra quem embarca fora do Brasil. Meus planos são de embarcar lá fora durante alguns anos, juntar um bom capital e empreender num negócio próprio. Fiz todos os treinamentos e já tirei os certificados necessários para me aventurar nos mares de outros países restando agora apenas pedir demissão da minha atual empresa. E é isso que me trava. Medo e insegurança de algo dar errado, aquele famoso ‘trocar o certo pelo duvidoso’ e me frustrar. Diferente de muitos casos, tenho meus pais ao meu lado. Meu pai me incentiva bastante nesta possível caminhada. Confesso que o fraco sou eu! Preciso sair da zona de conforto, do comodismo e entrar em ação! O que mais me ‘prende’ é que com o salário que tenho e com o plano de carreira na minha área, posso ter uma vida bem confortável caso não largue o emprego.
    Minha família tem ‘sangue empreendedor’ e eu tenho vontade de tocar meu próprio negócio também. Espero que a academia me ajude a descobrir a minha real vocação!
    Bacana ver que o William também curte Muay Thai. Pratiquei durante uns 5 anos e amo muito esse esporte. Porém fui diminuindo a intensidade dos treinos, pois constantemente era advertido pela empresa por embarcar com olho roxo, boca e supercílios cortados, …hahaha. Daí, pra piorar, rompi o ligamento do joelho direito numa partida de futebol em outubro do ano passado(depois artes marciais que lesionam! hahaha). Fiz a cirurgia e só poderei retornar aos treinos em 2015.
    Muito bom esse ‘contato’ com essa irmandade de pilotos. Estou bastante empolgado!
    Forte abraço!
    Paz!

    #891
     Sheyla Sousa 
    Participante

    Oi pessoal, tudo bem com vcs? Bom… Vou tentar me apresentar. Meu nome é Sheyla, sou paulista mas moro no Rio de Janeiro. Sou atriz e empreendedora, mas antes disso já fui e fiz outras coisas, comodidade não é o meu forte, mas tenho tbem minhas dificuldades. Tenho uma produtora cultural e audiovisual, desenvolvo vídeos institucionais, projetos culturais e agora estou indo para o cinema e séries de TV, mas é preciso muita perseverança, determinação, não é fácil. Tenho algumas metas, a primeira e urgente é aprender inglês, sempre fugi dele, mas agora lê esta correndo atrás de mim, não tenho como fugir mais, não é uma língua que gosto, mas tenho que vencer essa dificuldade e criar uma amizade com ele. Hehehe,Também quero viajar pelo mundo, desenvolver minha produtora de maneira íntegra e que seja um sucesso, quero fazer filmes como atriz, quero desenvolver projetos no exterior e futuramente ter uma filial fora do Brasil. Nossa são muitas coisas que quero fazer, além dessa tenho uma lista enorme kkkkk acho que tenho que arregaçar a mangas e partir para frente. Que tenhamos força e luz para sermos vencedores e capazes de superar e vencer nossas dificuldades. Abraço a todos!

    #960

    Oi, pessoal. Meu nome é Kátia, tenho 49 anos, moro em Rio das Ostras/RJ, sou separada, tenho 3 filhos mega maravilhosos.
    Fui mãe em tempo integral por 15 anos e casada por 18 anos, após esse período, me separei,voltei para o Rio (morei nesses 18 anos em Roraima), tentei entrar no mercado de trabalho, mas tive dificuldades, prestei vestibular e só tinha opção para Administração e contabilidade e optei pela última. Antes já tinha passado por alguns outros cursos (arquitetura, economia e direito), que acabava desistindo porque o ex marido implicava com a faculdade, hoje sei que não fiz porque simplesmente me acomodei e ñ queria enfrentar o conflito e também tinha medo de encarar a realidade.
    Trabalho em uma multinacional, gasto quase duas horas para me deslocar num trajeto de 28 km e outro tanto de tempo para voltar. Não é o trabalho dos meus sonhos, não sinto o mesmo prazer que outros colegas de trabalho sentem, mas não tenho, ainda, condições de mudar de profissão.
    Amo nadar e andar de bicicleta, viajar é o grande sonho da minha vida, gostaria de conhecer muitos lugares. Quando era pequena o globo terrestre, aqueles que giravam, me fascinavam. Eu rodava o globo e marcava onde ele parava e anotava as cidades que eu iria conhecer, mas cresci e não rodei mas o globo.
    Tenho projetos que quero por no papel e fazê-los se tornarem realidade, dentre eles: começar a meditar (para aumentar minha concentração), parar de ser chorona (esse pode parecer simples, mas já passei por cada coisa por conta dele…), voltar a praticar um esporte, fazer algumas viagens (esse, depende que eu aumente minha renda), poder encontrar um trabalho que me dê ENORME satisfação (assim as coisas ficam mais leve), melhorar minha alto estima (principalmente deixar de ser tão passageira e querer sempre a aprovação alheia), deixar de ser procrastinadora (esse é emu tendão de aquiles!, vejam bem, acho que sou a última a me apresentar!!!)dentre tantos outros.

    Acredito que essa experiência será maravilhosa e que sairemos daqui muito modificados, seja quaisquer que forem nosso objetivos.

    Um grande abraço.
    :-))

    #1001
     Fabiano Barbosa Veras 
    Participante

    Oi pessoal!
    Meu nome é Fabiano Barbosa Veras, sou do rio de Janeiro e moro em Natal, Rio grande do norte há 15 anos. Sou professor de Educação Física e exerço minha profissão trabalhando como Personal Trainer e faço consultória de treinamento para corredores e Triatletas em minha cidade e em outras cidades via e-mail. Tenho 51 anos, gosto de cinema, literatura, comer bem e ter contato com a natureza também. Estar na Academia de Pilotos para mim é uma experiência diferente e neste começo já está sendo muito gratificante, pois os 2 exercícios propostos no painel introdutório me sacudiram bastante. Sou um procrastinador inveterado e quero reverter este quadro e ser mais organizado em minha vida pessoal e profissional, pois estou aqui para crescer e desenvolver mais meu lado pessoal e profissional e prometo me empenhar bastante nesta jornada. Entrei na academia no dia 11 de junho e somente agora estou interagindo neste fórum e espero fazer bons amigos aqui, poia leitura do fórum será um alicerce para compartilhar a experiência de vocês com a minha.
    Um grande abraço a todos e uma boa jornada para todos. mas como disse o André na primeira aula do painel estamos encrecados e é isso aí, quero estar encrecado para evoluir!

    #1018

    Olá pessoal,

    Antes tarde que nunca =). Uma evidência clara do que preciso me modificar e creio que muitos aqui tem o mesmo intuito: ser mais organizado.

    Mas antes disso, me chamo Breno, tenho 32 anos, sou Professor efetivo do Instituto Federal de Alagoas (antigos CEFETs), na área de TI. Apesar do concurso público e da almejada estabilidade, envolvi-me fortemente com o empreendedorismo e com o movimento de StartUps aqui no meu estado, que está fomentando bastante esta área. Tenho mestrado em computação (com foco em Redes de Computadores) e atualmente faço MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV.

    Sinto que minha capacidade é enorme, mas minha produtividade é muito afetada pela falta de organização em geral, falta de foco, e a famosa procrastinação. Apesar de não perder tempo com TV há anos, tenho muita sede de conhecimento e por vezes me encontro lendo livros em paralelo, não terminando alguns… “esquecendo” datas de pagamento de contas, datas importantes… enfim, a sensação de descontrole muitas vezes é agoniante e percebo que falta simplesmente planejar e seguir o plano. Falta agir… como Piloto!! E é pra isso que estou aqui pessoal. Preciso operar essas mudanças em mim.

    As lições tem sido preciosas!

    Forte abraço.

    #1045

    Fala galera, prazer em conhecê-los!
    Sou o Vitor de São José dos Campos (SP), tenho 25 anos e formado em análise de sistemas.
    Apesar de usar bastante a informática no dia a dia, não atuo diretamente no ramo. Sempre me interessei por esse campo, mas descobri que não era com isso que eu gostaria de trabalhar e mudei um pouco de rumo. Trabalho como analista de suprimentos em uma indústria aeroespacial e por estar em uma área distinta da minha formação fiz pós-graduação em administração de empresas, curso que também não me satisfez.
    Gosto do que faço, mas até hoje sinto que ainda não “me achei” de verdade. Sempre quando foco em determinada área da minha vida, logo as outras estão uma bagunça e por isso me identifiquei com a proposta da Academia de Pilotos. Estou aqui em busca de algo consistente e evolutivo, que me ajude a encontrar equilíbrio e o caminho para realização pessoal.
    Sou bastante desorganizado e estive procrastinando as participações e a apresentação até agora. (são outras coisas que desejo trabalhar ao longo do curso…rs)
    Já vi que o pessoal é bem colaborativo e sinto que isso será um grande diferencial.
    Desejo que todos nós tenhamos muito sucesso e crescimento nessa jornada!
    Vamos em frente!

    #1122
     Fabio Dametto Pedrosa 
    Participante

    Me chamo Fabio, sou de Ribeirão Preto-SP, tenho 33 anos, sou micro empresário no setor de segurança eletrônica. Nos estudos estou no 3°ano de Engenharia Elétrica, além de fazer aulas de inglês e chinês. Meus hobbies são: games, leitura, tocar guitarra e assistir seriados americanos.
    Não sou muito bom com esportes, porém, vez ou outra corro, neste mês como estou de férias na facul venho fazendo 3 treinos por semana. Encaro os estudos também como hobbie porque adoro conhecimento. Meu objetivo com a academia é me ajudar a traçar as metas para concluir alguns sonhos que não saem do papel e de ter aquela sensação de controle e de que o meu propósito de vida ainda não foi cumprido.
    Quero aqui também fazer muitos amigos e partilhar experiências, e aprender muito com todos juntamente com o nosso Professor Xavier – André Valongueiro!!!
    Abração!!!!

    #1124
     Fabio Dametto Pedrosa 
    Participante

    Aliás estendendo a apresentação, é impressionante como algumas histórias mexem com a gente e tem muitos pontos em comum dentro de um universo tão grande e complexo.

    Gustavo Benevides de Oliveira – Legal sua história e legal sabermos que somos colegas de profissão apesar de eu não ter me formado ainda em Engenheiro Eletrica.

    Rafael Cardoso – Me emocionei com a sua história meu velho, imagino que não deva ter sido fácil perder alguém desta forma…

    Ester Marak – Invejável sua capacidade de “quebrar” as amarras… impressionante o modo que você cortou as ervas daninhas de uma forma tão abrupta… creio que não deva ter sido fácil, adoro musica tb!

    Rafael Arouca Falou tudo: Vida minimalista… é também o que venho buscando…

    Sara Khatchirian – Adorei sua história, apesar de você ter se classificado como porra loka e de você mencionar sentir apenas derrotas só ví em você um exemplo de motivação para a mudança acho que assim que conseguir se reorganizar você será um sucesso.Sou empresário também. Nos tres primeiros anos, não ví a cor do dinheiro, passei pela crise de 2008 igual ao Indiana Jones naquele filme que passou por debaixo da porta e quase perdeu o chapéu, mas vencí, tenho muitos problemas parecidos com o seu, a falta de foco e procrastinação (sou TDAH e tenho que tomar concerta todo dia)….

    Peterson Alves de Souza – Muito bacana a sua história, meus sentimentos pelo seu pai, perdí o meu também neste ano, faz muita falta né ? Mas a vida segue. Vou pesquisar sobre este m janeiro do ano passado fiz um retiro Vipassana fiquei curioso.

    Roberto Teixeira – kkk… pensei o mesmo que você : “Como somos tão parecidos e tão diferentes.” sucesso na sua nova empreitada jurídica e meus parabéns pela sua conquista na OAB.

    Renan Castro – Muito interessante sua profissão, confesso que sou admirador de robótica e deveria estar colocando a mão na massa para aprender isso já que estou estudando na área… mas vou confessar, to com um kitzinho de eletrônica aqui que não sai da gaveta nem a pau…kkkk… vamos torcer para que com as lições da academia esse kit possa pelo menos virar um transmissor FM …kkkk

    #1127
     Larissa Massaroppi 
    Participante

    Olá a todos!
    Meu nome é Larissa, tenho 25 anos. Nasci na cidade de Aachen, na Alemanha, cresci em São Carlos, interior de SP e morei novamente na Alemanha durante 2010 como parte de um intercâmbio. Há 8 anos e meio mudei minha vida para São Paulo para estudar Economia na USP. Me formei ao fim do meu intercâmbio e acabei voltando de forma triste pro Brasil, 2 meses antes do planejado, por ter perdido uma irmã.
    Como havia acabado de me formar, retomei a busca por emprego e voltei para a empresa na qual havia estagiado antes do intercâmbio. É uma multinacional de bens de consumo, na qual já trabalho há 3 anos. Acho meu trabalho interessante e valorizo bastante todas as oportunidades de carreira e benefícios oferecidos pela empresa. Entretanto, não me julgo uma pessoa completamente apaixonada pelo que faz. Não necessariamente por não ter achado a coisa certa, mas talvez por não saber me dedicar a isso de forma certa.
    Passei o último mês sem internet, pois havia me mudado e hoje estou no meu 2o dia de estudos na Academia de Pilotos. Sim, bastante atrasada! Mas o objetivo é tirar o atraso e manter o foco pra chegar até o fim e ver as mudanças se realizarem!
    Faço terapia ininterruptamente há cerca de 1 ano e meio e vejo a Academia como um processo complementar: como se a terapia me ajudasse a entender o lado interno e a Academia como uma ferramenta de interface com o mundo. (espero não ter soado muito vaga)
    Ingressei na academia porque já acompanhava o blog há algum tempo e a proposta me interessou bastante. As grandes áreas que têm sido mais presentes nos meus pensamentos são a profissional e a de relacionamentos. Porém a realidade é que vejo oportunidade de melhora em todas as 5 áreas.
    Procurei falar um pouco de mim agora, mas espero interagir com os demais através dos fóruns. Simplesmente preciso correr atrás do atraso por hora mesmo… =P
    Abraço a todos!

    #1131
     Karina Lima 
    Participante

    Olás,

    Meu nome é Karina, tenho 31 anos e sou de São Paulo – SP.
    Eu sou formada em Relações Públicas, Atriz e estou na minha última graduação no momento, que é em Gestão de Recursos Humanos.
    Apesar de ter 31 anos, sinto que ainda ñ me achei profissionalmente e nem pessoalmente…além de ter vários hábitos q muitos citaram por aqui (e que nem eu aguento mais) como por exemplo, procrastinar muitas coisas na vida e com isto perder muitas oportunidades, além disso, tenho muitos sonhos, como fazer intercâmbio, ter um negócio próprio, entre outros.
    Iniciei o curso, pois desde o ano passado comecei a perder muitas coisas que eu tinha, como amizades, trabalho e por fim o namorado de anos, que era a única parte que eu achava que estava indo bem… Pois é, ñ estava.
    Então em dezembro muitas coisas começaram a aparecer na minha vida como se fossem sinais (todos davam no mesmo caminho) e a Academia de Pilotos foi um deles, por isso resolvi entrar no curso e me propor a fazer mudanças pra ver se consigo dar a volta por cima e conquistar o meu verdadeiro espaço.
    Bom saber q dá pra contar com vcs!
    Bora pilotar… : )

    #1208
     Elisa Rodrigues 
    Participante

    Olá a todos, meu nome é Elisa. Demorei um pouquinho para escrever minha apresentação porque ainda acho muito estranho interagir em cursos on line. Espero que futuramente seja tão simples quanto o é em cursos presenciais, onde costumo participar bastante durante as aulas e conversas. Me inscrevi na Academia de Pilotos porque gostei muito da proposta, que veio a calhar com um momento de mudança na minha vida. Sou funcionária pública há quinze anos, mas nunca me identifiquei com a carreira, apesar de ser muito bem remunerada e ter a tão sonhada estabilidade. Me mantive nesse emprego porque temos dois filhos e uma série de questões a resolver, principalmente a quitação das nossas dívidas, incluindo as prestações da nossa casa. Pra não ficar só no mimimi, estudei sobre educação financeira, minimalismo e simplicidade voluntária a fim de dar um novo rumo à minha vida. Fiz uma programação para pagar todas essas dívidas antecipadamente e hoje só falta a casa, o que espero conseguir no final deste ano. Acredito que este será meu último ano nesse trabalho, portanto tirei 2014 para tratar todas as outras questões ligadas a essa nova postura que devo ter: crenças limitantes, uma série de cursos para a nova carreira, padrões de pensamento, logística da casa, situação financeira, medos, senões, ansiedades e dificuldades internas. No final das contas, o curso coincidiu com esse momento e gostei da forma ampla como o André trata a questão, abordando vários âmbitos da vida, alguns inclusive que eu tinha deixado de lado, como a saúde. Estou bem satisfeita com o que vi até agora e gostei muito da qualidade das conversas entre os participantes. Abraços a todos!

Visualizando 15 posts - 46 até 60 (de 60 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.

Academia de Pilotos Mude.nu

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?