Congresso de alimentação Paleolítica

Marcado: 

Este tópico contém 14 respostas, possui 7 vozes e foi atualizado pela última vez por  Conceição de Queiroz 5 anos, 6 meses atrás.

  • Autor
    Posts
  • #783
     Eliane Souza Pires 
    Participante

    Oi Silas,
    vc já pratica este tipo de alimentação? Se sim, há quanto tempo? Quais foram as mudanças mais evidentes no seu conceito?
    Vou fazer minha inscrição para o congresso.

    #821
     Sillas Soares Xavier 
    Participante

    Oi Eliane,
    Eu me alimento dessa forma desde setembro de 2013. Eu já não estava acima do peso, mas meu percentual de gordura diminuiu, chegando a 6%. O maior benefício para mim foi o controle de fome porque antes eu enfrentava problemas quando viajava a trabalho e era obrigado a ficar mais de 3h sem me alimentar, eu sempre passava mal, me sentia fraco e tinha dores de cabeça. Hoje consigo fazer jejuns de 24h e me exercitar durante o jejum de forma extremamente tranquila.

    #822
     Rafael Cardoso 
    Participante

    Silas,

    Eu achei interessante a alimentação paleolítica,já pesquisei na internet e é bastante controversa, mas a minha principal dúvida ainda não foi esclarecida.É possível manter massa muscular com essa alimentação? Eu gosto de malhar, e não me gosto magro. Será que eu conseguiria manter minha massa muscular com essa alimentação?

    #823
     Rafael Cardoso 
    Participante

    Dei uma olhada no site do Congresso e vi que terá um palestrante falando exatamente sobre isso que te perguntei. Já me inscrevi. Valeu, Sillas!!!

    #826
     Sillas Soares Xavier 
    Participante

    Rafael,
    Eu estou conseguindo ganhar massa muscular com essa alimentação. Este é inclusive um desafio do Walmar, o qual ele está relatando no Reality Show.

    #838
     Rafaela Piacentini 
    Participante

    Rafael, também pratico essa alimentação. Inclusive quando iniciei, fiquei 01 mês totalmente parada, sem treinar. E com a dieta adequada, eu consegui perder gordura, consolidar meus ganhos, veja, parada, sem treinar. Agora de volta aos treinos, estou ganhando massa magra limpa, com muito mais facilidade do que antes. 🙂

    #839
     Rafael Cardoso 
    Participante

    Sillas e Rafaela,

    Obrigado pelos esclarecimentos. Fiquei empolgado com essa alimentação, ainda mais sabendo que não vou perder massa magra, Rafaela. Estou procurando umas dietas agora, se souberem algum site onde pegar algumas, eu agradeço.

    Abraços!

    #855
     Celise Correia 
    Participante

    Olá Sillas,
    Obrigada por compartilhar o link com o congresso. Vejo que além de ser online é gratuito. Vou participar e aprender um pouco mais sobre a dieta..
    Valeu! 🙂

    #1202
     Alan Santos 
    Participante

    Olá pessoal, tudo bem? Tô passando só pra dizer que a revista ISTOÉ desta semana publicou matéria (de capa) intitulada A GUERRA DO GLÚTEN. Achei a matéria um pouco solta, penso que queriam mais levantar a questão do que aprofundar o assunto. Mas dois pontos me chamaram a atenção; 1º) A própria ciência admite que o glúten é ofensivo para nós humanos; 2º) Se o celíacos (aquelas pessoas que apresentam intolerância ao glúten) podem viver sem ele, por que nós, não celíacos, não podemos? Esse segundo ponto é uma análise minha, não está na matéria, mas esta apresenta uma novidade que parece criar uma discordância ente especialistas: a sensibilidade ao glúten. Ou seja, existem pessoas que podem não ser celíacas, mas sim somente ‘sensíveis’ ao glúten.
    Bom, pelo que vi, a matéria em nenhum momento se refere à paleo diet. Diz que o “combate” ao glúten virou “febre” mundial e não cita os malefícios dos alimentos industrializados. Será por quê?

    #1209
     Sillas Soares Xavier 
    Participante

    Alan, em relação à análise, todos podem (e é preferível) viver sem glúten. Glúten é uma proteína vegetal totalmente indispensável à vida.

    Tem alguns blogs com várias postagens interessantes sobre glúten:
    Mark’s Daily Apple
    Paleodiário

    #1211
     Alan Santos 
    Participante

    Valeu Silas! Peguei esses links num outro post seu aqui na AdP. Descobri, através deles, também o Primal Brasil. Tenho colhido informações valiosas ao receber as lições do Mark’s. Sobre o glúten, acho que você quis dizer ‘totalmente dispensável’, né, rsrs.
    No aguardo do congresso que começa no dia 14. Mais uma vez, obrigado pelas dicas.

    #1212
     Sillas Soares Xavier 
    Participante

    Alan, sim, era para ser dispensável mas não consegui editar o post.

    #1229
     Rafael Cardoso 
    Participante

    Sillas e pessoal,

    Nos últimos dias eu tive uma “recaída” na alimentação e voltei a comer doces, trigo e um pouco de lactose. Anteontem eu despiroquei de vez, comi chocolate, pão branco, leite e tudo que eu estava evitando há semanas. Ontem e hoje estou me sentindo deprimido, e não por “culpa”, é algo interno mesmo que eu vejo que não está legal. Pesquisando na internet, descobri que dietas com restrição de acúcar podem ocasionar depressão caso a pessoa tenha essas recaídas porque o pâncreas se acostuma a não produzir mais o nível de insulina que precisava produzir antes da dieta. Como a ingestão do açúcar ocorre abruptamente, o aumento do nível de insulina causa tristeza, fadiga, exatamente o que estou sentindo desde ontem. Será que é isso mesmo??? Não há nenhuma razão externa para eu estar deprimido.

    #1242
     Conceição de Queiroz 
    Participante

    Parece mesmo que a forma mais simples de fazer (emboara aparente ser a mais complexa) é dizer não ao açúcar! E fim!
    Vem funcionando bem pra mim.
    O mais interessante é que as pessoas mais próximas olham pra gente com pena! Deixa! Diz só com vc: “sabe de nada, inocente!”

Visualizando 14 posts - 1 até 14 (de 14 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.

Academia de Pilotos Mude.nu

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?