Olá sou o Marco Natali escritor e Coach.

Este tópico contém 6 respostas, possui 3 vozes e foi atualizado pela última vez por  Emerson Rodrigo Gomes Camêlo 3 anos, 9 meses atrás.

  • Autor
    Posts
  • #2354
     Marco Antonio Ceda Natali 
    Participante

    Bem, como Budista estou o tempo todo procurando minimizar meu ‘ego” (A natureza egoísta de minha personalidade que você pode chamar de passageiro se preferir.) e tentando maximizar meu eu (A natureza mais elevada de nossa personalidade que você pode chamar de Piloto se preferir.). E é claro que, como sou uma pessoa imperfeita em busca de uma melhoria de minha personalidade nem sempre consigo me sair bem e estou aqui neste curso para aprender a minimizar a quantidade de erros e maximizar a quantidade de acertos. Nesses termos tenho duas observações que compartilho com você na esperança de ser útil. PRIMEIRA: Você notou que “passageiro” não é só uma pessoa que é conduzida pelo Piloto até seu destino? Também é “passageiro” aquele estado da personalidade que manifestas nossas piores características. Não, eu não estou me referindo à descrição dos dois estados, estou tentando passar a você a ideia de que o estado do “passageiro” é um estado “passageiro”, ou seja, pode ser modificado por um esforço consciente dada à qualidade plástica de nossa mente. Pode ser uma reflexão boba e certamente você já havia chegado a ela mas achei útil compartilhar essa percepção para reafirmar o conceito. A meditação tem me ajudado muito nisso. Digo isso como um testemunho dos resultados obtidos com minha dedicação ao Budismo. SEGUNDA: Devido aos esforços que acabei de mencionar, não realizava comentários ao final das lições por julgar que seria uma atuação de meu ego ao invés de ser uma atuação do meu eu. Mas, ao estudar (Eu estudo refletindo não apenas lendo.) a lição que tem o nome O PODER DO GRUPO aprendi duas coisas; A) Passei a conhecer o CLUBE DOS PILOTOS que ainda me era desconhecido e B) Aprendi que os comentários após cada lição não tem necessariamente finalidades egoicas, pois podem com ajudar outras pessoas. Passo então a partir de hoje a adotar esse procedimento e agradeço pelo esclarecimento. Aguardo comentários, eles são muito bem vindos e preciso deles para prosseguir mais facilmente por meu caminho evolutivo. Obrigado.

    #2355
     Marco Antonio Ceda Natali 
    Participante

    Preciso de mais dois esclarecimentos e conto com você para uma solução rápida e prática. Atuando como Coach e professor de inúmeros cursos ao vivo considero a dicotomia sugerida pelo curso (Dividir a personalidade em dois “papéis” como Piloto e passageiro.) muito útil e quero adotá-la em meu curso Transformacionalismo que criei há mais de 25 anos e que até agora só ministrei para grupos ao vivo. É claro que não vou usar a mesma nomenclatura, utilizarei algo como Capitão e Marujo me referindo à tripulação de uma pequena escuna (Não tenho a pretensão de que meu pequeno curso se assemelhe ao curso Mude.Nu.) Gostaria de saber se não estarei magoando alguém ao fazer isso, nem ferindo a ética e gostaria de saber a esse respeito a opinião do grupo e do André Valongueiro a esse respeito. E o segundo esclarecimento que busco é saber como fazer para colocar uma foto minha em meu avatar aqui no grupo. Aguardo orientação a respeito dos dois assuntos. Obrigado.

    #2356
     Marco Antonio Ceda Natali 
    Participante

    Puxa, preciso de mais uma ajuda. Queria deixar um comentário ao final da aula, mas não sei como fazer isso. Alguém me ajuda?

    #2358
     Walmar Andrade 
    Participante

    Olá Marco!

    Muito interessante a sua história e a sua formação, acredito que irá contribuir muito para o grupo.

    Desculpe a demora em responder. Estou do outro lado do mundo no momento (na Austrália) e, além do fuso horário, tenho pouca oportunidade de me conectar à internet.

    Olha, não há problema em utilizar a ideia da dicotomia nos seus cursos. Isso não é nem uma criação nossa. Nós só “batizamos” assim, porém essa é uma figura muito utilizada (geralmente utilizam “o guerreiro” para se referir ao piloto).

    Quanto aos livros, você pode enviar para [email protected] que nós distribuímos com o maior prazer aos alunos da turma. São ebooks em PDF, certo?

    Para deixar um comentário ao final de cada aula, basta rolar a página até o final mesmo (depois de todos os comentários) e lá preencher o formulário com seu nome e o comentário.

    Abraços,

    Walmar

    #2359
     Marco Antonio Ceda Natali 
    Participante

    Muito obrigado Walmar, já não sabia mais o que fazer para conseguir uma resposta.
    Boa estada na Austrália.
    Tudo de bom.

    Marco Natali

    #2364

    Muito interessante seu relato. Tenho 24 anos e é tão comum você viver ao redor de pessoas que tem certeza de tudo e que acha que não precisa aprender mais nada, que ver alguém com sua idade, formação e experiência buscando aprender coisas novas e se aperfeiçoar cada vez mais é muito inspirador. Sou engenheiro civil de formação e tenho a consciência que devo sempre esta me atualizando e aprendendo coisas novas, e levar esse mindset para outros aspectos da vida é que é um grande desafio.
    Tenho interesse em saber mais sobre o budismo, pelo pouco que li parece ser uma filosofia que agregaria muito em minha vida.
    Sou um ouvinte frequente de podcaster e o modo que ele otimiza o tempo e trás um ganho pessoal, escuto vários sobre vários assuntos, mas recomendo o mamilos podcaster (http://www.b9.com.br/podcasts/mamilos/) e o café Brasil(http://www.portalcafebrasil.com.br/todos/podcasts/), pelo seu conteúdo, e por me fazer refletir sobre diversos temas, aprender coisas novas, rever vários preconceitos, mesmo não conordando muitas vezes com as opiniões dos seus produtores. Abraços.

    Emerson.

Visualizando 6 posts - 1 até 6 (de 6 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.

Academia de Pilotos Mude.nu

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?