Daisy Santos Camargo

Respostas no Fórum

Visualizando 4 posts - 1 até 4 (de 4 do total)
  • Autor
    Posts
  • em resposta a: Mudando Habitos #857
     Daisy Santos Camargo 
    Participante

    Oi, William! Estou desde ontem pensando sobre algo que você escreveu em seu post. A dificuldade de quebrar nossos hábitos. E como essa dificuldade gera frustração e acaba com nossas propostas de mudança. Ontem descobri através de leitura o quanto esse processo de formação e mudança de hábitos é complexo. Estou entendendo melhor agora como eu consigo mudar alguns padrões com certa facilidade mas, com o passar do tempo, todo o esforço se dissolve e os velhos hábitos retomam seus lugares. O bom dessa história é saber que só o fato de nós conseguirmos entender como funciona a estrutura de formação de um hábito já ajuda a termos um maior controle sobre eles. Outra informação que me impressionou foi saber que os hábitos nunca desaparecem, eles ficam codificados nas estruturas do nosso cérebro. Eu achava que seria possível através de muito esforço e persistência destruir completamente um hábito negativo, mas não é assim que funciona. O que temos que fazer é criar novas rotinas neurológicas que tenham mais força diante dos nossos comportamentos negativos, colocando-os em segundo plano. Comecei a introduzir algumas mudanças de hábitos em minha rotina diária e já estou sentindo alguns efeitos positivos. No início vou ter que ser muito disciplinada, pra não correr o risco de fazer concessões com o passar dos dias. Espero que você e todos aqui possam atingir suas metas e continuem sempre descobrindo novas formas de lidar com os desafios que surgirem. Abs!

    em resposta a: Apresentação #797
     Daisy Santos Camargo 
    Participante

    Oi, Sillas! Valeu pelo retorno! Sempre que posso assisto as palestras e os retiros do Lama Padma Samten pelo youtube. Eu ainda não consigo abrir mão do tempo cronometrado. Preciso calcular todos os horários com antecipação para que as coisas possam fluir. E, apesar de viver em uma cidade com clima absurdamente quente, não existe a menor possibilidade para o banho gelado entrar na lista dos grandes desafios a vencer. Fico feliz em ler as apresentações dos outros participantes e ver quantas motivações diferentes podem nos unir em um mesmo processo de transformação. Ana Karina, ri muito na parte do Candy Crush. Marcio, é muito legal quando conseguimos encontrar a pessoa certa para nos ajudar em terapia. Abraços!

    em resposta a: Apresentação #790
     Daisy Santos Camargo 
    Participante

    Oi, André!

    Obrigada pelo retorno e pelas dicas! Acho que me expressei mal sobre o meu Plano de Voo. Estou estudando o “Guia Prático Plano de Voo” que foi disponibilizado e lá você pede para colocarmos os Princípios em ordem de importância para nós. Por isso achei melhor enumerá-los e descobri que a área mais importante seria a independência financeira, pois sem estar com a parte financeira equilibrada as outras áreas ficam diretamente afetadas e muitos projetos, desafios e metas se tornam inviáveis, no meu caso. Mas procurei colocar vários Princípios a serem trabalhados no decorrer dos próximos 6 meses. Segue abaixo uma lista do que estou tentando elaborar:

    1. INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA
    2. AUTONOMIA (LIBERDADE DE ESCOLHA E AÇÃO)
    3. CAPACIDADE DE REALIZAÇÃO
    4. CORAGEM
    5. SAÚDE
    6. RELACIONAMENTOS
    7. CAMINHO DO DHARMA
    8. GENEROSIDADE
    9. CONTROLE EMOCIONAL E MENTAL
    10. DETERMINAÇÃO
    11. DISCIPLINA

    Algumas coisas deixei de fora, como aventura e diversão, para não correr o risco de desviar o foco daquilo que é mais importante nesse momento. E já que você me deu abertura, acho que estou fazendo uma certa confusão entre “Áreas de Responsabilidade” e “Metas Smart”. Percebi que várias áreas de responsabilidade talvez se encaixem melhor como metas. Mas vou aguardar o decorrer do curso para ir tirando essas dúvidas. Mais uma vez, obrigada pelo apoio e incentivo. Abraços!

    em resposta a: Apresentação #788
     Daisy Santos Camargo 
    Participante

    Olá, Sillas!

    Gostei muito de ler sobre você e estou aqui para explicar os motivos que me fizeram ingressar na Academia de Pilotos. Basicamente, a busca por um roteiro que me ajude a alinhar todas as atividades que desempenho diariamente, facilitando os processos de aprendizagem, crescimento pessoal e profissional. Tenho 49 anos, sou paulistana e vivo em Manaus. Segui as vias “normais” de profissionalização (faculdade, trabalho tradicional), mas larguei tudo quando encontrei na fotografia minha vocação. Trabalho com fotografia há vários anos e em dezembro de 2013 virei micro empreendedora individual e iniciei outro trabalho paralelo, produzindo pães de mel e alfajores caseiros. E um dos desafios que tenho pela frente é equilibrar meus trabalhos com eventos sociais e corporativos, além dos ensaios fotográficos e a nova atividade, pois o tempo não está colaborando para que eu dê conta de tudo.

    Decidi criar meu plano de voo direcionado, prioritariamente, para a área financeira, pois reconheço que essa área específica necessita de maior estabilidade e desenvolvimento no momento atual.

    Exerço várias atividades ao mesmo tempo e isso faz com que minha vida fique cada vez mais estressante e sem o sentido que eu gostaria que ela tivesse. Portanto, esse plano de voo terá a finalidade de resgatar minha confiança na capacidade de realização que possuo, mas que está perdendo a força diante dos obstáculos que surgem com os desafios que enfrento a cada dia.

    Também quero dar atenção especial para a saúde, enfatizando uma alimentação mais saudável e a prática de exercícios físicos. Ano passado radicalizei e passei a treinar corrida na Vila Olímpica de Manaus, acordando todos os dias às 4:00h da manhã e começando a correr na pista às 5:00h. Em 3 meses perdi 10 kg e estava adorando esse novo ritmo de vida, mas acabei lesionando os joelhos na musculação e fui obrigada a parar. Nem preciso contar que já recuperei os 10 kg, né? Pelo menos, sei que dá pra resolver isso com uma nova mudança de hábitos.

    Outra área de extrema importância em minha vida é o caminho espiritual. Sou praticante do Budismo Tibetano há muitos anos e gostaria de voltar a dedicar meu tempo ao estudo e prática diária. A generosidade é a qualidade que preciso desenvolver para conseguir sair das preocupações com meu universo pessoal e poder ter condições de compartilhar o que recebi de meus mestres durante todos esses anos. E continuo recebendo as bênçãos de todos os seres sagrados, mesmo quando imagino que a conexão foi cortada e estou à deriva no samsara. Sinto que esse encontro com a Academia de Pilotos do Mude.nu é o resgate que eu estava precisando, pois já percebi que a Sangha é uma só e sempre estaremos conectados, de alguma forma.

    Controle emocional e mental também são prioritários e podem ser adquiridos com a prática da meditação. Estou estudando o livro “A Revolução da Atenção”, de Alan Wallace. Pretendo praticar a meditação shamatha diariamente, mas tenho muita resistência para manter a mente focada. Mesmo assim, quero inserir a meditação dentro de minha prática diária. Achei o máximo você dizer que consegue ter um “sono de qualidade”. Eu ainda não sei o que é isso.

    Determinação e Disciplina são a base para que eu consiga desenvolver todas esses princípios do plano de voo. E, infelizmente, tenho sentido uma enorme frustração quando tento realizar qualquer projeto ou ação que requeiram essas duas energias. Mas a mudança começa agora e, em breve, estarei experienciando a vida com um novo olhar. E desculpe o texto longo. Abraços!

Visualizando 4 posts - 1 até 4 (de 4 do total)

Academia de Pilotos Mude.nu

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?